Definições especiais

Especifica o modo como pode trabalhar com dados numa base de dados.

Para aceder a este comando...

Numa janela de base de dados, escolha Editar - Base de dados - Definições avançadas


A disponibilidade dos seguintes controlos depende do tipo de base de dados:

Utilizar restrições de nomenclatura de SQL92

Permite apenas caracteres que estejam em conformidade com a convenção de nomenclatura SQL92 num nome contido na origem de dados. Todos os restantes caracteres são rejeitados. Cada nome deverá ser iniciado por uma letra minúscula, por uma letra maiúscula ou por um sublinhado ( _ ). Os restantes caracteres poderão ser letras ASCII, números e sublinhados.

Utilizar palavra-chave AS antes dos nomes alternativos da tabela

Algumas bases de dados utilizam a palavra-chave "AS" entre o nome e o nome alternativo, enquanto outras bases de dados utilizam um espaço em branco. Ative esta opção para inserir AS antes do nome alternativo.

Terminar linhas de texto com CR + LF

Selecione para utilizar os códigos CR + LF para terminar todas as linhas de texto (aconselhável para sistemas operativos DOS e Windows).

Anexar o nome alternativo da tabela em instruções SELECT

Anexa o nome alternativo ao nome da tabela em instruções SELECT.

Utilizar sintaxe de união externa '{OJ }'

Utilize sequências de escape para uniões externas. A sintaxe desta sequência é {oj outer-join}

Exemplo:

select Article.* from {oj item LEFT OUTER JOIN orders ON item.no=orders.ANR}

Ignorar os privilégios do controlador da base de dados

Ignora privilégios de acesso facultados pelo controlador da base de dados.

Substituir parâmetros com nome por ?

Substitui os parâmetros com nome numa origem de dados por um ponto de interrogação (?).

Mostrar colunas de versão (se disponíveis)

Algumas bases de dados atribuem números de versão aos campos para controlar as alterações feita aos registos. O número de versão de um campo é incrementado por um, sempre que o conteúdo do campo for alterado. Mostra o número interno da versão do registo na tabela da base de dados.

Utilizar nome de catálogo em instruções SELECT

Utiliza a origem de dados atual do catálogo. Esta função é bastante útil quando a origem de dados ODBC é um servidor de base de dados. Não selecione esta opção se a origem de dados ODBC for um controlador dBASE.

Utilizar nome de esquema em instruções SELECT

Permite utilizar o nome de esquema em instruções SELECT.

Criar índice com instrução ASC ou DESC

Cria um índice com instrução ASC ou DESC.

Comparação de valores booleanos

Selecione o tipo de comparação booleana a utilizar.

Verificações de introdução de dados de formulário para campos obrigatórios

Ao introduzir um novo registo ou ao atualizar um registo existente de um formulário, deixando um campo vazio que esteja associado a uma coluna da base de dados que requer uma entrada, será mostrada uma mensagem com o aviso de que o campo está vazio.

Se esta caixa de controlo não estiver ativa, então não serão verificados os campos obrigatórios nos formulários da base de dados atual.

A caixa de controlo está disponível para todos os tipos de origem de dados que tenham acesso de escrita aos respetivos dados. Não existe caixa de controlo em folhas de cálculo, texto, csv e nos diversos livros de endereços só de leitura.

Ignorar informações de campos de moeda

Só para ligações Oracle JDBC. Quando esta opção está ativa, especifica que nenhuma coluna é processada como um campo de moeda. O tipo de campo devolvido a partir do controlador da base de dados é rejeitado.

Utilizar valores literais de data/hora em conformidade com ODBC

Utilize valores literais de data e hora que estejam de acordo com o padrão ODBC.

Permite chaves primárias

Ative para sobrepor a heurística de Base usada para detetar se a base de dados suporta chaves primárias.

Ao ligar a uma base de dados que usa um API genérico como ODBC, JDBC, ou ADO, o Base usa a heurística para determinar se a base de dados suporta chaves primárias. Nenhum destes APIs tem suporte dedicado para obter esta informação.

Às vezes, a heurística falha. A caixa de verificação (de três estados) está definida para estado indeterminado, o que significa "aplicar heurística". Se a caixa estiver ativa, é assumida a chave primária. Se a caixa estiver inativa, não tem suporte a chaves primárias.

Note que esta opção é apenas para substituir a heurística. Se ativar a caixa de verificação para uma base de dados que não suporte chaves primárias, irá obter alguns erros.

Necessitamos da sua ajuda!