Funções estatísticas - Parte 4

Função MÉDIASE

Retorna a média aritmética de todas as células no intervalo que satisfaçam uma condição apresentada. A função MÉDIASE soma todos os resultados que conferem a condição e divide pela quantidade dos valores selecionados.

Função MÉDIASES

Retorna a média aritmética de todas as células num intervalo que satisfaçam várias condições apresentadas. A função MÉDIASES soma todos os resultados que conferem as condições e divide pela quantidade de valores selecionados.

DESV.MÉDIO

Retorna a média dos desvios absolutos dos pontos de dados de suas respectivas médias. Exibe a difusão em um conjunto de dados.

Sintaxe

DESV.MÉDIO(Número 1[; Número 2 [; … [; Número 255]]])

Número 1; Número 2; … ;Número 255 são números, referências a células ou intervalos contendo números.

note

Esta função ignora qualquer texto ou célula vazia num intervalo de dados. Se suspeitar de resultados errados desta função, procure por texto nos intervalos de dados. Para destacar o conteúdo do texto em um intervalo de dados, use o recurso destaque de valor .


Exemplo

=DESV.MÉDIO(A1:A50)

DIST.BIN.NEG

Retorna a distribuição binomial negativa.

Sintaxe

DIST.BIN.NEG(X; R; SP)

X representa o valor retornado para testes que não tiveram êxito.

R representa o valor retornado para sucessos.

PS é a probabilidade de sucesso de uma tentativa.

Exemplo

=DIST.BIN.NEG(1;1;0,5) retorna 0,25.

DIST.BIN.NEG.N

Retorna a função densidade ou a função distribuição de probabilidade binomial negativa.

tip

Esta função está disponível desde o LibreOffice 4.3.


Sintaxe

DIST.BIN.NEG.N(X; R; SP; Acumulada)

X representa o valor retornado para testes que não tiveram êxito.

R representa o valor retornado para sucessos.

PS é a probabilidade de sucesso de uma tentativa.

Acumulada = 0 calcula a função densidade, Acumulada = 1 calcula a função distribuição.

Exemplo

=DIST.BIN.NEG.N(1;1;0,5) retorna 0,25.

=DIST.BIN.NEG.N(1;1;0,5;1) retorna 0,75.

DIST.NORM

Retorna a função de densidade ou a distribuição acumulada normal.

Sintaxe

DIST.NORM(Número; Média; DesvPad [; C])

Número é o valor da distribuição para calcular a distribuição normal.

Média é o valor da média da distribuição.

DesvPad é o desvio padrão da distribuição.

C é opcional. C = 0 calcula a função densidade; C = 1 calcula a distribuição.

Exemplo

=DIST.NORM(70;63;5;0) retorna 0.03.

=DIST.NORM(70;63;5;1) retorna 0.92.

DIST.NORM.N

Retorna a função de densidade ou a distribuição acumulada normal.

tip

Esta função está disponível desde o LibreOffice 4.3.


Sintaxe

DIST.NORM.N(Número; Média; DesvPad; C)

Número é o valor da distribuição para calcular a distribuição normal.

Média é o valor da média da distribuição.

DesvPad é o desvio padrão da distribuição.

C = 0 calcula a função densidade; C = 1 calcula a distribuição.

Exemplo

=DIST.NORM.N(70;63;5;0) retorna 0,029945493.

=DIST.NORM.N(70;63;5;1) retorna 0,9192433408.

DIST.POISSON

Retorna a distribuição de Poisson.

tip

Esta função está disponível desde o LibreOffice 4.2.


Sintaxe

DIST.POISSON(Número; Média; Acumulada)

Número representa o valor que serve de base para o cálculo da distribuição de Poisson.

Média representa o valor do meio da distribuição de Poisson.

Acumulada = 0 ou FALSO calcula a função densidade de probabilidade. Acumulada =1, VERDADEIRO, ou outros valores calcula a função distribuição acumulada.

Exemplo

=DIST.POISSON(60;50;1) retorna 0,9278398202.

FI

Retorna os valores da função de distribuição para uma distribuição normal padrão.

Sintaxe

FI(Número)

Número representa o argumento para a distribuição normal padrão.

Exemplo

=FI(2,25) = 0,03

=FI(-2,25) = 0,03

=FI(0) = 0,4

INV.NORM

Retorna o inverso da distribuição acumulada normal.

Sintaxe

INV.NORM(Número; Média; DesvPad)

Número representa o valor de probabilidade utilizado para determinar a distribuição normal inversa.

Média representa o valor da média na distribuição normal.

DesvPad representa o desvio padrão da distribuição normal.

Exemplo

=INV.NORM(0,9;63;5) retorna 69,41. Se a média dos ovos é de 63 gramas com desvio padrão de 5, então há 90% de chances que os ovos não pesarão mais de 69,41 gramas.

INV.NORM.N

Retorna o inverso da distribuição acumulada normal.

tip

Esta função está disponível desde o LibreOffice 4.3.


Sintaxe

INV.NORM.N(Número; Média; DesvPad)

Número representa o valor de probabilidade utilizado para determinar a distribuição normal inversa.

Média representa o valor da média na distribuição normal.

DesvPad representa o desvio padrão da distribuição normal.

Exemplo

=INV.NORM.N(0,9;63;5) retorna 69,41. Se a média dos ovos é de 63 gramas com desvio padrão de 5, então há 90% de chances que os ovos não pesarão mais de 69,41 gramas.

MEDIANA

Retorna a mediana de um conjunto de números. Em um conjunto contendo um número ímpar de valores, a mediana será o número do meio do conjunto e, em um conjunto contendo um número par de valores, ela será a média dos dois valores do meio do conjunto.

Sintaxe

MED(Número 1[; Número 2 [; … [; Número 255]]])

Número 1; Número 2; … ;Número 255 são números, referências a células ou intervalos contendo números.

note

Esta função ignora qualquer texto ou célula vazia num intervalo de dados. Se suspeitar de resultados errados desta função, procure por texto nos intervalos de dados. Para destacar o conteúdo do texto em um intervalo de dados, use o recurso destaque de valor .


Exemplo

Para um número ímpar: =MED(1;5;9;20;21) retorna 9 como o valor mediano.

para um número par: =MED(1;5;9;20) retorna a média dos dois valores intermediários 5 e 9, portanto 7.

MODO

Retorna o valor mais comum em um conjunto de dados. Se houver vários valores com a mesma frequência, o menor valor será retornado. Um erro ocorre quando um valor não aparece duas vezes.

note

Esta função é parte integrante da norma Open Document Format for Office Applications (OpenDocument), versão 1.2 (ISO/IEC 26300:2-2015).


Sintaxe

MODO(Número 1[; Número 2 [; … [; Número 255]]])

Número 1; Número 2; … ;Número 255 são números, referências a células ou intervalos contendo números.

note

Esta função ignora qualquer texto ou célula vazia num intervalo de dados. Se suspeitar de resultados errados desta função, procure por texto nos intervalos de dados. Para destacar o conteúdo do texto em um intervalo de dados, use o recurso destaque de valor .


Exemplo

=MODO(A1:A50)

MODO.MULT

Retorna uma matriz vertical dos modos estatísticos (os valores que ocorrem com mais frequência) dentro de uma lista de números fornecidos.

tip

Esta função está disponível desde o LibreOffice 4.3.


Sintaxe

MODO.MULT(Número 1[; Número 2 [; … [; Número 255]]])

Número 1; Número 2; … ;Número 255 são números, referências a células ou intervalos contendo números.

warning

A função MODO.MULT retorna uma matriz de valores e deve ser inserida como uma fórmula de matriz. Se a função não for inserida como fórmula de matriz, somente o primeiro modo será retornado, o que corresponde a usar a função MODO.ÚNICO.


Exemplo

=MODO.MULT(A1:A50)

MODO.ÚNICO

Retorna o valor de maior frequência ou repetitivo numa matriz ou intervalo de dados. Se houver vários valores com a mesma frequência, retorna o menor valor. Um erro ocorrerá quando um valor não tiver um duplicado.

tip

Esta função está disponível desde o LibreOffice 4.3.


Sintaxe

MODO.ÚNICO(Número 1[; Número 2 [; … [; Número 255]]])

Número 1; Número 2; … ;Número 255 são números, referências a células ou intervalos contendo números.

warning

Se o conjunto de dados não contém dados duplicados, MODO.ÚNICO retorna o erro #VALOR!


Exemplo

=MODO.ÚNICO(A1:A50)

MÁXIMO

Retorna o maior valor de uma lista de argumentos.

Retorna 0 se nenhum valor numérico for encontrado no(s) intervalo(s) de célula(s) passado(s) como referência(s) de célula. Células de texto serão ignoradas pela função MÍNIMO() e MÁXIMO(). As funções MÍNIMOA() e MÁXIMOA() retornam 0 se não houver valor (numérico ou de texto) e não ocorrer um erro. Passar um argumento de texto literal para MÍNIMO() ou MÁXIMO(), e.g. MÍNIMO("string"), ainda resulta em um erro.

Sintaxe

MÁXIMO(Número 1[; Número 2 [; … [; Número 255]]])

Número 1; Número 2; … ;Número 255 são números, referências a células ou intervalos contendo números.

note

Esta função ignora qualquer texto ou célula vazia num intervalo de dados. Se suspeitar de resultados errados desta função, procure por texto nos intervalos de dados. Para destacar o conteúdo do texto em um intervalo de dados, use o recurso destaque de valor .


Exemplo

=MÁXIMO(A1;A2;A3;50;100;200) retorna o maior valor da lista.

=MÁXIMO(A1:B100) retorna o maior valor da lista.

MÁXIMOA

Retorna o valor máximo de uma lista de argumentos. Ao contrário da função MÁXIMO, você pode inserir um texto nesta função. O valor do texto é 0.

As funções MÍNIMOA() e MÁXIMOA() retornam 0 se não houver um valor (numérico ou de texto) e se não ocorrer um erro.

Sintaxe

MÁXIMOA(Número 1[; Número 2 [; … [; Número 255]]])

Número 1; Número 2; … ;Número 255 são números, referências a células ou intervalos contendo números.

Exemplo

=MÁXIMOA(A1;A2;A3;50;100;200;"Texto") retorna o maior valor da lista.

=MÁXIMOA(A1:B100) retorna o maior valor da lista.

MÉDIA

Retorna a média dos argumentos.

Sintaxe

MÉDIA(Número 1[; Número 2 [; … [; Número 255]]])

Número 1; Número 2; … ;Número 255 são números, referências a células ou intervalos contendo números.

note

Esta função ignora qualquer texto ou célula vazia num intervalo de dados. Se suspeitar de resultados errados desta função, procure por texto nos intervalos de dados. Para destacar o conteúdo do texto em um intervalo de dados, use o recurso destaque de valor .


Exemplo

=MÉDIA(A1:A50)

MÉDIAA

Retorna a média dos argumentos. O valor de um texto é 0.

Sintaxe

MÉDIAA(Número 1[; Número 2 [; … [; Número 255]]])

Número 1; Número 2; … ;Número 255 são números, referências a células ou intervalos contendo números.

Exemplo

=MÉDIAA(A1:A50)

MÍNIMO

Retorna o valor mínimo de uma lista de argumentos.

Retorna 0 se nenhum valor numérico for encontrado no(s) intervalo(s) de célula(s) passado(s) como referência(s) de célula. Células de texto serão ignoradas pela função MÍNIMO() e MÁXIMO(). As funções MÍNIMOA() e MÁXIMOA() retornam 0 se não houver valor (numérico ou de texto) e não ocorrer um erro. Passar um argumento de texto literal para MÍNIMO() ou MÁXIMO(), e.g. MÍNIMO("string"), ainda resulta em um erro.

Sintaxe

MÍNIMO(Número 1[; Número 2 [; … [; Número 255]]])

Número 1; Número 2; … ;Número 255 são números, referências a células ou intervalos contendo números.

note

Esta função ignora qualquer texto ou célula vazia num intervalo de dados. Se suspeitar de resultados errados desta função, procure por texto nos intervalos de dados. Para destacar o conteúdo do texto em um intervalo de dados, use o recurso destaque de valor .


Exemplo

=MÍNIMO(A1:B100) retorna o menor valor na lista.

MÍNIMOA

Retorna o valor mínimo de uma lista de argumentos. Você também pode inserir texto nesta função. O valor do texto é 0.

As funções MÍNIMOA() e MÁXIMOA() retornam 0 se não houver um valor (numérico ou de texto) e se não ocorrer um erro.

Sintaxe

MÍNIMOA(Número 1[; Número 2 [; … [; Número 255]]])

Número 1; Número 2; … ;Número 255 são números, referências a células ou intervalos contendo números.

Exemplo

=MÍNIMOA(1;"Texto";20) retorna 0.

=MÍNIMOA(A1:B100) retorna o menor valor na lista.

ORDEM.PERCENTUAL

Retorna a ordem percentual de um valor em uma amostra.

Sintaxe

ORDEM.PORCENTUAL( dados; valor [; significância])

Dados representa a matriz de dados em uma amostra.

Valor representa o valor cuja ordem percentil será determinada.

Significância É um argumento opcional que especifica o número de dígitos significativos para arredondar o valor do percentual retornado. Se omitido, usa-se o valor de 3.

note

Esta função ignora qualquer texto ou célula vazia num intervalo de dados. Se suspeitar de resultados errados desta função, procure por texto nos intervalos de dados. Para destacar o conteúdo do texto em um intervalo de dados, use o recurso destaque de valor .


Exemplo

=ORDEM.PERCENTUAL(A1:A50;50) retorna a ordem percentual do valor 50 a partir do intervalo total de valores em A1:A50. Se 50 não estiver dentro do intervalo total, aparecerá uma mensagem de erro.

ORDEM.PORCENTUAL.EXC

Retorna a posição relativa entre 0 e 1 (exclusive) de um valor especificado dentro de uma matriz fornecida.

note

A diferença entre ORDEM.PORCENTUAL.INC e ORDEM.PORCENTUAL.EXC é que ORDEM.PORCENTUAL.INC calcula o valor no intervalo 0 e 1 inclusive, e a função ORDEM.PORCENTUAL.EXC calcula um valor no intervalo 0 e 1 exclusive.


tip

Esta função está disponível desde o LibreOffice 4.3.


Sintaxe

ORDEM.PORCENTUAL.EXC(Dados; Valor [; Precisão])

Dados representa a matriz de dados na amostra.

Valor representa o valor cuja ordem percentil será determinada.

Precisão É um argumento opcional que especifica o número de dígitos significativos para arredondar o valor do percentual retornado.

Exemplo

=ORDEM.PORCENTUAL.EXC(A1:A50;50) retorna a ordem percentual do valor 50 a partir do intervalo total de valores em A1:A50. Se 50 não estiver dentro do intervalo total, aparecerá uma mensagem de erro.

ORDEM.PORCENTUAL.INC

Retorna a posição relativa entre 0 e 1 (inclusive) de um valor especificado dentro de uma matriz fornecida.

note

A diferença entre ORDEM.PORCENTUAL.INC e ORDEM.PORCENTUAL.EXC é que ORDEM.PORCENTUAL.INC calcula o valor no intervalo 0 e 1 inclusive, e a função ORDEM.PORCENTUAL.EXC calcula um valor no intervalo 0 e 1 exclusive.


tip

Esta função está disponível desde o LibreOffice 4.3.


Sintaxe

ORDEM.PORCENTUAL.INC(Dados; Valor [; Precisão])

Dados representa a matriz de dados em uma amostra.

Valor representa o valor cuja ordem percentil será determinada.

Precisão É um argumento opcional que especifica o número de dígitos significativos para arredondar o valor do percentual retornado.

Exemplo

=ORDEM.PORCENTUAL.INC(A1:A50;50) retorna a ordem percentual do valor 50 a partir do intervalo total de valores em A1:A50. Se 50 não estiver dentro do intervalo total, aparecerá uma mensagem de erro.

PEARSON

Retorna o coeficiente de correlação r do momento do produto Pearson.

Sintaxe

PEARSON(Dados1; Dados2)

Dados1 representa a matriz do primeiro conjunto de dados.

Dados2 representa a matriz do segundo conjunto de dados.

Exemplo

=PEARSON(A1:A30;B1:B30) retorna o coeficiente de correlação de Pearson para dois conjuntos de dados.

PERCENTIL

Retorna o alfa-percentil dos valores dos dados em uma matriz. Um percentil retorna o valor de escala para uma série de dados que vai do menor (Alfa=0) ao maior valor (Alfa=1) de uma série de dados. Para Alfa = 25%, o percentil significa o quartil; Alfa = 50% é a MED.

Sintaxe

PERCENTIL(Dados; Alfa)

Dados representa a matriz dos dados.

Alfa representa a porcentagem da escala entre 0 e 1.

note

Esta função ignora qualquer texto ou célula vazia num intervalo de dados. Se suspeitar de resultados errados desta função, procure por texto nos intervalos de dados. Para destacar o conteúdo do texto em um intervalo de dados, use o recurso destaque de valor .


Exemplo

=PERCENTIL(A1:A50;0,1) representa o valor no conjunto de dados, que iguala 10% da escala total dos dados em A1:A50.

PERCENTIL.EXC

Retorna o Alfa-ésimo percentil de um intervalo de valores fornecido, para um dado valor de Alfa no intervalo 0 e 1 (exclusivo). Um percentil retorna o valor de escala para séries de dados que vão do menor (Alfa=0) ao maior valor (Alfa=1) de uma série de dados. Para Alfa = 25%, o percentil é o primeiro quartil; Alfa = 50% é a MEDIANA.

warning

Se Alfa não é um múltiplo de 1/(n+1), (onde n é o número de valores na matriz fornecida), a função interpola entre os valores na matriz fornecida para calcular o valor do percentil. Todavia, se Alfa for menor que 1/(n+1) ou Alfa for maior que n/(n+1), a função é incapaz de interpolar, e então retorna um erro.


note

A diferença entre PERCENTIL.INC e PERCENTIL.EXC é que no caso da função PERCENTIL.INC, o valor de alfa está entre 0 e 1 inclusive, e no caso de PERCENTIL.EXC, o valor de alfa está entre 0 e 1 exclusive.


tip

Esta função está disponível desde o LibreOffice 4.3.


Sintaxe

PERCENTIL.EXC(Dados; Alfa)

Dados representa a matriz dos dados.

Alfa representa a porcentagem da escala entre 0 e 1.

Exemplo

=PERCENTIL.EXC(A1:A50;0,10%) representa o valor no conjunto de dados, que iguala 10% da escala total dos dados em A1:A50.

PERCENTIL.INC

Retorna o alfa-percentil dos valores dos dados em uma matriz. Um percentil retorna o valor de escala para uma série de dados que vai do menor (Alfa=0) ao maior valor (Alfa=1) de uma série de dados. Para Alfa = 25%, o percentil significa o quartil; Alfa = 50% é a MED.

note

A diferença entre PERCENTIL.INC e PERCENTIL.EXC é que no caso da função PERCENTIL.INC, o valor de alfa está entre 0 e 1 inclusive, e no caso de PERCENTIL.EXC, o valor de alfa está entre 0 e 1 exclusive.


tip

Esta função está disponível desde o LibreOffice 4.3.


Sintaxe

PERCENTIL.INC(Dados; Alfa)

Dados representa a matriz dos dados.

Alfa representa a porcentagem da escala entre 0 e 1.

Exemplo

=PERCENTIL.INC(A1:A50;0,1) representa o valor no conjunto de dados, que iguala 10% da escala total dos dados em A1:A50.

POISSON

Retorna a distribuição de Poisson.

Sintaxe

POISSON(Número; Média [; C])

Número representa o valor que serve de base para o cálculo da distribuição de Poisson.

Média representa o valor do meio da distribuição de Poisson.

C (opcional) = 0 ou Falso calcula a função densidade; C = 1 ou Verdadeiro calcula a distribuição. Se omitido, o valor padrão Verdadeiro será inserido ao salvar o documento, para melhor compatibilidade com outros programas e versões antigas do LibreOffice.

Exemplo

=POISSON(60;50;1) retorna 0,93.

QUARTIL

Retorna o quartil de um conjunto de dados.

Sintaxe

QUARTIL(Dados; Tipo)

Dados representa a matriz de dados em uma amostra.

Tipo representa o tipo de quartil. (0 = MÍNIMO, 1 = 25%, 2 = 50% (MED), 3 = 75% e 4 = MÁXIMO.)

note

Esta função ignora qualquer texto ou célula vazia num intervalo de dados. Se suspeitar de resultados errados desta função, procure por texto nos intervalos de dados. Para destacar o conteúdo do texto em um intervalo de dados, use o recurso destaque de valor .


Exemplo

=QUARTIL(A1:A50;2) retorna o valor no qual 50% da escala corresponde do menor ao maior valor no intervalo A1:A50.

QUARTIL.EXC

Retorna o quartil pedido de um intervalo de dados fornecido, com base num intervalo de percentil entre 0 e 1 exclusivo.

note

A diferença entre QUARTIL.INC e QUARTIL.EXC é que a função QUARTIL.INC baseia seus cálculos no intervalo percentil de 0 e 1 inclusive, e a função QUARTIL.EXC baseia seus cálculos no intervalo percentil de 0 e 1 exclusive.


tip

Esta função está disponível desde o LibreOffice 4.3.


Sintaxe

QUARTIL.EXC(Dados; Tipo)

Dados representa o intervalo de valores de dados para o qual o quartil especificado será calculado.

Tipo é um inteiro entre 1 e 3 que representa o quartil pedido. (Se Tipo =1 ou 3, a matriz fornecida deve conter mais de 2 valores)

Exemplo

=QUARTIL.EXC(A1:A50;2) retorna o valor no qual 50% da escala corresponde do menor ao maior valor no intervalo A1:A50.

QUARTIL.INC

Retorna o quartil de um conjunto de dados.

note

A diferença entre QUARTIL.INC e QUARTIL.EXC é que a função QUARTIL.INC baseia seus cálculos no intervalo percentil de 0 e 1 inclusive, e a função QUARTIL.EXC baseia seus cálculos no intervalo percentil de 0 e 1 exclusive.


tip

Esta função está disponível desde o LibreOffice 4.3.


Sintaxe

QUARTIL.INC(Dados; Tipo)

Dados representa a matriz de dados em uma amostra.

Tipo representa o tipo de quartil. (0 = MÍNIMO, 1 = 25%, 2 = 50% (MED), 3 = 75% e 4 = MÁXIMO.)

Exemplo

=QUARTIL.INC(A1:A50;2) retorna o valor no qual 50% da escala corresponde do menor ao maior valor no intervalo A1:A50.

♥ Doe para nosso projeto! ♥