Funções financeiras - Parte 3

BDV

Retorna a depreciação de um ativo para um período especificado ou parcial usando um método de declínio de saldo variável.

Sintaxe

BDV(Custo; ValorResidual; Vida; S; Fim [; Fator [; NoSwitch]])

Custo é o custo inicial de um ativo.

ValorResidual é o valor de um ativo no final da depreciação.

Vida é a duração da depreciação do ativo.

S é o início da depreciação. S deve estar na mesma unidade de data que a duração.

Fim é o fim da depreciação.

Fator (opcional) é o fator de depreciação. Fator =2 é a taxa dupla de depreciação.

NoSwitch é um parâmetro opcional. NoSwitch = 0 (padrão) significa uma mudança para a depreciação linear. Em NoSwitch = 1, não é feita nenhuma mudança.

Nas funções do LibreOffice Calc, os parâmetros marcados como «opcionais» podem ser ignorados apenas quando não se seguir um parâmetro. Por exemplo, em uma função com quatro parâmetros, em que os últimos dois estão marcados como «opcionais», você pode ignorar o parâmetro 4 ou os parâmetros 3 e 4, mas não pode ignorar apenas o parâmetro 3.

Exemplo

Qual será a depreciação de taxa dupla de declínio de saldo para um período se o custo inicial for 35.000 unidades monetárias e o valor no final da depreciação for 7.500 unidades monetárias? O período de depreciação é de 3 anos. A depreciação do 10º ao 20º período será calculada.

=BDV(35000;7500;36;10;20;2) = 8.603,80 unidades monetárias. A depreciação durante o período entre o 10º e 20º período é 8.603,80 unidades monetárias.

CUPDATAANT

Retorna a data dos juros anterior à data da liquidação. Formate o resultado como uma data.

Sintaxe

CUPDATAANT(Liquidação; Vencimento; Frequência [; Base])

Liquidação é a data de compra do título.

Vencimento é a data de vencimento do título (expiração).

Frequência é o número de pagamentos de juros por ano. (1, 2 ou 4).

Base (opcional) é escolhida de uma lista de opções e indica como o ano será calculado.

Base

Cálculo

0 or missing

No método norte-americano (NASD), 12 meses de 30 dias cada

1

Número exato de dias em cada mês, número exato de dias em um ano

2

Número exato de dias em cada mês, ano com 360 dias

3

Número exato de dias no mês, ano com 365 dias

4

Método europeu, 12 meses de 30 dias cada


Exemplo

Um título de crédito foi comprado em 25-01-2001; a data de vencimento é 15-11-2001. Os juros são pagos duas vezes ao ano (a frequência é 2). Utilizando um cálculo de juros diário (base 3), qual foi a data de juros antes da compra?

=CUPDATAANT("25-01-2001"; "15-11-2001"; 2; 3) retorna 15-11-2000.

CUPDATAPRÓX

Retorna a primeira data de juros após a data de vencimento. Formate o resultado como uma data.

Sintaxe

CUPDATAPRÓX(Liquidação; Vencimento; Frequência [; Base])

Liquidação é a data de compra do título.

Vencimento é a data de vencimento do título (expiração).

Frequência é o número de pagamentos de juros por ano (1, 2 ou 4).

Base (opcional) é escolhida de uma lista de opções e indica como o ano será calculado.

Base

Cálculo

0 or missing

No método norte-americano (NASD), 12 meses de 30 dias cada

1

Número exato de dias em cada mês, número exato de dias em um ano

2

Número exato de dias em cada mês, ano com 360 dias

3

Número exato de dias no mês, ano com 365 dias

4

Método europeu, 12 meses de 30 dias cada


Exemplo

Um título de crédito é comprado em 25-01-2001; a data de vencimento é 15-11-2001. Os juros são pagos duas vezes ao ano (a frequência é 2). Utilizando um cálculo de juros diário (base 3), quando será a próxima data de juros?

=CUPDATAPRÓX("25-01-2001"; "15-11-2001"; 2; 3) retorna 15-05-2001.

CUPDIAS

Retorna o número de dias, no período de juros atual, no qual a data de liquidação cairá.

Sintaxe

CUPDIAS(Liquidação; Vencimento; Frequência [; Base])

Liquidação é a data de compra do título.

Vencimento é a data de vencimento do título (expiração).

Frequência é o número de pagamentos de juros por ano (1, 2 ou 4).

Base (opcional) é escolhida de uma lista de opções e indica como o ano será calculado.

Base

Cálculo

0 or missing

No método norte-americano (NASD), 12 meses de 30 dias cada

1

Número exato de dias em cada mês, número exato de dias em um ano

2

Número exato de dias em cada mês, ano com 360 dias

3

Número exato de dias no mês, ano com 365 dias

4

Método europeu, 12 meses de 30 dias cada


Exemplo

Um título de crédito foi comprado em 25-01-2001; a data de vencimento é 15-11-2001. Os juros são pagos duas vezes ao ano (a frequência é 2). Utilizando o cálculo de juros diário (base 3), quantos dias existem no período de juros no qual a data de liquidação ocorre?

=CUPDIAS("25-01-2001"; "15-11-2001"; 2; 3) retorna 181.

CUPDIASINLIQ

Retorna o número de dias do primeiro dia de pagamento de juros de um título até a data da liquidação.

Sintaxe

CUPDIASINLIQ(Liquidação; Vencimento; Frequência [; Base])

Liquidação é a data de compra do título.

Vencimento é a data de vencimento do título (expiração).

Frequência é o número de pagamentos de juros por ano. (1, 2 ou 4).

Base (opcional) é escolhida de uma lista de opções e indica como o ano será calculado.

Base

Cálculo

0 or missing

No método norte-americano (NASD), 12 meses de 30 dias cada

1

Número exato de dias em cada mês, número exato de dias em um ano

2

Número exato de dias em cada mês, ano com 360 dias

3

Número exato de dias no mês, ano com 365 dias

4

Método europeu, 12 meses de 30 dias cada


Exemplo

Um título de crédito é comprado em 25-01-2001; a data de vencimento é 15-11-2001. Os juros são pagos duas vezes ao ano (a frequência é 2). Utilizando um cálculo de juros diário (base 3), quantos dias existem?

=CUPDIASINLIQ("25-01-2001"; "15-11-2001"; 2; 3) retorna 71.

CUPDIASPRÓX

Retorna o número de dias da data de liquidação até a próxima data de pagamento de juros.

Sintaxe

CUPDIASPRÓX(Liquidação; Vencimento; Frequência [; Base])

Liquidação é a data de compra do título.

Vencimento é a data de vencimento do título (expiração).

Frequência é o número de pagamentos de juros por ano. (1, 2 ou 4).

Base (opcional) é escolhida de uma lista de opções e indica como o ano será calculado.

Base

Cálculo

0 or missing

No método norte-americano (NASD), 12 meses de 30 dias cada

1

Número exato de dias em cada mês, número exato de dias em um ano

2

Número exato de dias em cada mês, ano com 360 dias

3

Número exato de dias no mês, ano com 365 dias

4

Método europeu, 12 meses de 30 dias cada


Exemplo

Um título de crédito foi comprado em 25-01-2001; a data de vencimento é 15-11-2001. Os juros são pagos duas vezes ao ano (a frequência é 2). Utilizando um cálculo de juros diário (base 3), quantos dias existem até o próximo pagamento de juros?

=CUPDIASPRÓX("25-01-2001"; "15-11-2001"; 2; 3) retorna 110.

CUPNÚM

Retorna o número de cupons (pagamentos de juros) entre a data da liquidação e a data de vencimento.

Sintaxe

CUPNÚM(Liquidação; Vencimento; Frequência [; Base])

Liquidação é a data de compra do título.

Vencimento é a data de vencimento do título (expiração).

Frequência é o número de pagamentos de juros por ano. (1, 2 ou 4).

Base (opcional) é escolhida de uma lista de opções e indica como o ano será calculado.

Base

Cálculo

0 or missing

No método norte-americano (NASD), 12 meses de 30 dias cada

1

Número exato de dias em cada mês, número exato de dias em um ano

2

Número exato de dias em cada mês, ano com 360 dias

3

Número exato de dias no mês, ano com 365 dias

4

Método europeu, 12 meses de 30 dias cada


Exemplo

Um título de crédito foi comprado em 25-01-2001; a data de vencimento é 15-11-2001. Os juros são pagos duas vezes ao ano (a frequência é 2). Utilizando o cálculo de juros diário (base 3), quantas datas de juros existem?

=CUPNÚM("25-01-2001"; "15-11-2001"; 2; 3) retorna 2.

IPGTO

Calcula a amortização periódica de um investimento com pagamentos regulares e uma taxa de juros constante.

Sintaxe

IPGTO(Taxa; Período; NPer; VP [; VF [; Tipo]])

Taxa é a taxa de juros periódica.

Período é o período para o qual a taxa de juros compostos é calculada. Período=NPER se a taxa de juros compostos para o último período for calculada.

NPer é o número total de períodos, durante o qual a anuidade é paga.

VP é o valor à vista presente na sequência de pagamentos.

VF (opcional) é o valor desejado (valor futuro) no final dos períodos.

Tipo é a data para os pagamentos periódicos.

Exemplo

Qual será a taxa de juros durante o quinto período (ano) se a taxa de juros constante for 5% e o valor à vista for de 15,000 unidades monetárias? O pagamento periódico será de sete anos.

=IPGTO(5%;5;7;15000) = -352,97 unidades monetárias. Os juros compostos durante o 5º período (ano) é 352,97 unidades monetárias.

LUCROPRIMINC

Calcula o rendimento de um título se a primeira data de juros ocorrer de maneira irregular.

Sintaxe

LUCROPRIMINC(Liquidação; Vencimento; Emissão; PrimeiroCupom; Taxa; Preço; Resgate; Frequência [; Base])

Liquidação é a data de compra do título.

Vencimento é a data de vencimento do título (expiração).

Emissão é a data de emissão do título.

PrimeiroCupom é o primeiro período de juros do título.

Taxa é a taxa de juros anual.

Preço é o preço do título.

Resgate é o valor de resgate do título por 100 unidades monetárias do valor nominal.

Frequência é o número de pagamentos de juros por ano (1, 2 ou 4).

Base (opcional) é escolhida de uma lista de opções e indica como o ano será calculado.

Base

Cálculo

0 or missing

No método norte-americano (NASD), 12 meses de 30 dias cada

1

Número exato de dias em cada mês, número exato de dias em um ano

2

Número exato de dias em cada mês, ano com 360 dias

3

Número exato de dias no mês, ano com 365 dias

4

Método europeu, 12 meses de 30 dias cada


LUCROÚLTINC

Calcula o rendimento de um título se a última data de juros ocorrer de maneira irregular.

Sintaxe

LUCROÚLTINC(Liquidação; Vencimento; ÚltimoJuro; Taxa; Preço; Resgate; Frequência [; Base])

Liquidação é a data de compra do título.

Vencimento é a data de vencimento do título (expiração).

ÚltimoJuro é a data do último juro do título.

Taxa é a taxa de juros anual.

Preço é o preço do título.

Resgate é o valor de resgate do título por 100 unidades monetárias do valor nominal.

Frequência é o número de pagamentos de juros por ano (1, 2 ou 4).

Base (opcional) é escolhida de uma lista de opções e indica como o ano será calculado.

Base

Cálculo

0 or missing

No método norte-americano (NASD), 12 meses de 30 dias cada

1

Número exato de dias em cada mês, número exato de dias em um ano

2

Número exato de dias em cada mês, ano com 360 dias

3

Número exato de dias no mês, ano com 365 dias

4

Método europeu, 12 meses de 30 dias cada


Exemplo

Data de liquidação: 20 de abril de 1999, data de vencimento: 15 de junho de 1999, último juro: 15 de outubro de 1998. Taxa de juros: 3,75 por cento, preço: 99,875 unidades monetárias, valor residual: 100 unidades monetárias, frequência dos pagamentos: duas vezes ao ano = 2, base: = 0

O lucro do título, o qual possui uma última data de juros irregular, é calculado abaixo:

=LUCROÚLTINC("20-04-1999";"15-06-1999"; "15-10-1998"; 0,0375; 99,875; 100;2;0) retorna 0,044873 ou 4,4873%.

NPER

Retorna o número de períodos para um investimento com base em pagamentos constantes e periódicos, e uma taxa de juros constante.

Sintaxe

NPER(Taxa; Pgto; VP [ ; [VF ] [ ; Tipo ] ])

Taxa é a taxa de juros periódica.

Pmt é a anuidade constante paga em cada período.

VP é o valor à vista presente na sequência de pagamentos.

VF (opcional) é o valor futuro, que será alcançado ao final do último período.

Tipo (opcional) é a data de vencimento do pagamento no início ou no fim do período.

Nas funções do LibreOffice Calc, os parâmetros marcados como «opcionais» podem ser ignorados apenas quando não se seguir um parâmetro. Por exemplo, em uma função com quatro parâmetros, em que os últimos dois estão marcados como «opcionais», você pode ignorar o parâmetro 4 ou os parâmetros 3 e 4, mas não pode ignorar apenas o parâmetro 3.

Exemplo

Quantos períodos de pagamento abrange um período com uma taxa de juro periódica de 6%, um pagamento periódico de 153,75 unidades monetárias e um valor atual de 2.600 unidades monetárias?

=NPER(6%;153,75;2600) = -12,02. O período de pagamento cobre 12,02 períodos.

PREÇOPRIMINC

Calcula o preço por 100 unidades monetárias do valor de par de um título, se a primeira data de juros ocorrer de maneira irregular.

Sintaxe

PREÇOPRIMINC(Liquidação; Vencimento; Emissão; PrimeiroCupom; Taxa; Lucro; Resgate; Frequência [; Base])

Liquidação é a data de compra do título.

Vencimento é a data de vencimento do título (expiração).

Emissão é a data de emissão do título.

PrimeiroCupom é a data do primeiro juro do título.

Taxa é a taxa de juros anual.

Lucro é o lucro anual do título.

Resgate é o valor de resgate do título por 100 unidades monetárias do valor nominal.

Frequência é o número de pagamentos de juros por ano (1, 2 ou 4).

Base (opcional) é escolhida de uma lista de opções e indica como o ano será calculado.

Base

Cálculo

0 or missing

No método norte-americano (NASD), 12 meses de 30 dias cada

1

Número exato de dias em cada mês, número exato de dias em um ano

2

Número exato de dias em cada mês, ano com 360 dias

3

Número exato de dias no mês, ano com 365 dias

4

Método europeu, 12 meses de 30 dias cada


PREÇOÚLTINC

Calcula o preço por 100 unidades monetárias do valor nominal de um título, se a última data de juros ocorrer de maneira irregular.

Sintaxe

PREÇOÚLTINC(Liquidação; Vencimento; ÚltimoJuro; Taxa; Lucro; Resgate; Frequência [; Base])

Liquidação é a data de compra do título.

Vencimento é a data de vencimento do título (expiração).

ÚltimoJuro é a data do último juro do título.

Taxa é a taxa de juros anual.

Lucro é o lucro anual do título.

Resgate é o valor de resgate do título por 100 unidades monetárias do valor nominal.

Frequência é o número de pagamentos de juros por ano (1, 2 ou 4).

Base (opcional) é escolhida de uma lista de opções e indica como o ano será calculado.

Base

Cálculo

0 or missing

No método norte-americano (NASD), 12 meses de 30 dias cada

1

Número exato de dias em cada mês, número exato de dias em um ano

2

Número exato de dias em cada mês, ano com 360 dias

3

Número exato de dias no mês, ano com 365 dias

4

Método europeu, 12 meses de 30 dias cada


Exemplo

Data de liquidação: 7 de fevereiro de 1999, data de vencimento: 15 de junho de 1999, último juro: 15 de outubro de 1998. Taxa de juros: 3,75 por cento, lucro: 4,05 por cento, valor residual: 100 unidades monetárias, frequência de pagamentos: duas vezes ao ano = 2, base: = 0

O preço por 100 unidades monetárias de um título, que possui uma última data irregular de juros, é calculado como se segue:

=PREÇOÚLTINC("07-02-1999";"15-06-1999";"15-10-1998"; 0,0375; 0,0405;100;2;0) retorna 99,87829.

RINV

Calcula a taxa de juros resultante do lucro (retorno) de um investimento.

Sintaxe

RINV(P; VP; VF)

P é o número de períodos necessários para calcular a taxa de juros.

VP é o valor presente (atual). O valor à vista é o depósito à vista ou valor à vista atual de um reembolso em espécie. Um depósito deve ser sempre positivo e não pode ser 0 ou negativo.

VF determina o valor a vista desejado do depósito.

Exemplo

Para quatro períodos (anos) e um valor à vista de 7.500 unidades monetárias, a taxa de juros de retorno será calculada se o valor futuro for de 10.000 unidades monetárias.

=RINV(4;7500;10000) = 7,46 %

A taxa de juros deve ser de 7,46 % para que 7.500 unidades monetárias se transformem em 10.000 unidades monetárias.

TAXA

Retorna a taxa de juros constante por período de uma anuidade.

Sintaxe

TAXA (NPER; Pgto; VP [; [VF] [; [ Tipo][; Estimativa]]])

NPer é o número total de períodos, durante o qual são feitos os pagamentos (período de pagamento).

Pmt é o pagamento constante (anuidade) paga durante cada período.

VP é o valor à vista presente na sequência de pagamentos.

VF (opcional) é o valor futuro, que será alcançado ao final dos pagamentos periódicos.

Tipo (opcional) é a data de vencimento do pagamento no início ou no fim do período.

Estimativa (opcional) determina uma estimativa de valor dos juros com cálculo iterativo.

Nas funções do LibreOffice Calc, os parâmetros marcados como «opcionais» podem ser ignorados apenas quando não se seguir um parâmetro. Por exemplo, em uma função com quatro parâmetros, em que os últimos dois estão marcados como «opcionais», você pode ignorar o parâmetro 4 ou os parâmetros 3 e 4, mas não pode ignorar apenas o parâmetro 3.

Exemplo

Qual será a taxa de juros constante para um período de pagamento de 3 períodos se 10 unidades monetárias forem pagas regularmente e o valor à vista presente for de 900 unidades monetárias.

=TAXA(3;-10;900) = -75,63% A taxa de juros é portanto 75,63%.

TAXAJUROS

Calcula a taxa de juros anual que resulta quando um título (ou outro item) é comprado com um valor de investimento e vendido com um valor de reembolso. Juros não são pagos.

Sintaxe

TAXAJUROS(Liquidação; Vencimento; Investimento; Resgate [; Base])

Liquidação é a data de compra do título.

Vencimento é a data de venda do título.

Investimento é o preço de compra.

Resgate é o preço de venda.

Base (opcional) é escolhida de uma lista de opções e indica como o ano será calculado.

Base

Cálculo

0 or missing

No método norte-americano (NASD), 12 meses de 30 dias cada

1

Número exato de dias em cada mês, número exato de dias em um ano

2

Número exato de dias em cada mês, ano com 360 dias

3

Número exato de dias no mês, ano com 365 dias

4

Método europeu, 12 meses de 30 dias cada


Exemplo

Um quadro é comprado em 15-01-1990 por 1 milhão e vendido em 05-05-2002 por 2 milhões. A base é o cálculo diário (base = 3). Qual é o nível médio anual de juro?

=TAXAJUROS("15-01-1990"; "05-05-2002"; 1000000; 2000000; 3) retorna 8,12%.

VF

Retorna o valor futuro de um investimento com base em pagamentos constantes e periódicos, e uma taxa de juros constante (Valor futuro).

Sintaxe

VF(Taxa; NPER; Pgto [; VP [; Tipo]])

Taxa é a taxa de juros periódica.

NPer é o número total de períodos (período de pagamento).

Pmt é a anuidade paga regularmente no período.

VP (opcional) é o valor presente de um investimento.

Tipo (opcional) define se o pagamento é devido no início ou no fim do período.

Nas funções do LibreOffice Calc, os parâmetros marcados como «opcionais» podem ser ignorados apenas quando não se seguir um parâmetro. Por exemplo, em uma função com quatro parâmetros, em que os últimos dois estão marcados como «opcionais», você pode ignorar o parâmetro 4 ou os parâmetros 3 e 4, mas não pode ignorar apenas o parâmetro 3.

Exemplo

Qual será o valor no final de um investimento se a taxa de juros for de 4% e o período de pagamento for de dois anos, com um pagamento periódico de 750 unidades monetárias? O investimento possui um valor presente de 2.500 unidades monetárias.

=VF(4%;2;750;2500) = -4234,00 unidades monetárias. O valor ao final do investimento é 4234,00 unidades monetárias.

VFPLANO

Calcula o valor acumulado do capital inicial para uma série de taxas de juros com variação periódica.

Sintaxe

VFPLANO(Principal; Cronograma)

Principal é o capital inicial.

Cronograma é uma série de taxas de juros, por exemplo, como no intervalo H3:H5 ou numa (Lista) (Veja o exemplo).

Exemplo

1000 unidades monetárias foram investidas por três anos. As taxas de juros eram 3%, 4% e 5% por ano. Qual será o valor após três anos?

=VFPLANO(1000;{0,03;0,04;0,05}) retorna 1124,76.

XTIR

Calcula a taxa interna de retorno para uma lista de pagamentos que ocorrem em datas diferentes. O cálculo é baseado em 365 dias por ano, ignorando anos bissextos.

Se os pagamentos ocorrerem em intervalos regulares, utilize a função TIR.

Sintaxe

XTIR(Valores; Datas [; Estimativa])

Valores e Datas referem-se a uma série de pagamentos e uma série de datas associadas. O primeiro par de datas define o plano de pagamento. Todas as outras datas devem ser posteriores, mas não precisam estar ordenadas. A série de valores deve conter pelo menos um valor negativo e um valor positivo (recebimentos e depósitos).

Estimativa (opcional) é uma estimativa para dar entrada na taxa interna de retorno. O padrão é 10%.

Exemplo

Cálculo da taxa interna de retorno para os cinco pagamentos a seguir:

A

B

C

1

01-01-2001

-10000

Recebido

2

02-01-2001

2000

Depositado

3

15-03-2001

2500

4

12-05-2001

5000

5

10-08-2001

1000


=XTIR(B1:B5; A1:A5; 0,1) retorna 0,1828.

XVPL

Calcula o valor do capital (valor líquido presente) para uma lista de pagamentos que ocorrem em datas diferentes. O cálculo é baseado em 365 dias por ano, ignorando anos bissextos.

Se os pagamentos ocorrerem em intervalos regulares, utilize a função VPL.

Sintaxe

XVPL(Taxa; Valores; Datas)

Taxa é a taxa interna de retorno para os pagamentos.

Valores e Datas referem-se a séries de pagamentos e suas datas associadas. O primeiro par de datas define o início do plano de pagamento. Todas as outras datas devem ser posteriores, mas não precisam estar ordenadas. A série de valores deve conter pelo menos um valor negativo e um valor positivo (recebimentos e depósitos)

Exemplo

Cálculo do valor líquido presente para os cinco pagamentos mencionados acima para uma taxa interna de retorno de 6%.

=XVPL(0,06;B1:B5;A1:A5) retorna 323,02.

Voltar às funções financeiras - Parte 1

Voltar às funções financeiras - Parte 2

Funções por categoria

♥ Doe para nosso projeto! ♥