Sobre filtros de importação e exportação

No LibreOffice, para além dos próprios formatos XML, é igualmente possível abrir e guardar diversos formatos XML externos.

Em alguns casos, o utilizador tem de escolher o tipo de ficheiro na caixa de diálogo Abrir. Por exemplo, se tiver uma tabela de base de dados em formato de texto que pretende abrir como uma tabela de base de dados, tem que especificar o tipo de ficheiro "Texto CSV" após a seleção do ficheiro.

Macros básicas em documentos do MS Office

Em - Carregar/Guardar- Propriedades VBA pode especificar as definições para os códigos macro VBA em documentos do MS Office. As macros VBA não funcionam com o LibreOffice; têm de ser convertidas e adaptadas. Irá utilizar com frequência o LibreOffice só para alterar o conteúdo visível de um ficheiro Word, Excel ou PowerPoint e, em seguida, guardar o ficheiro novamente no formato Microsoft Office sem alterar as macros integradas. Pode definir o comportamento do LibreOffice como pretendido: as macros VBA são guardadas de forma comentada como sub-rotina do LibreOffice e quando o documento é guardado em formato MS Office são escritas de novo corretamente, ou pode selecionar as macros Microsoft Office para que sejam removidas durante o carregamento. A última opção é uma proteção eficaz contra vírus em documentos do Microsoft Office.

Notas relativas a formatos externos e tipos de ficheiro

Mesmo não estando instalados, pode selecionar alguns filtros nas caixas de diálogo Abrir e Guardar. Se selecionar um dos referidos filtros, será mostrada uma mensagem com a indicação de que, se for necessário, ainda é possível instalar o filtro.

Ícone da dica

O filtro Texto codificado ajuda a abrir e guardar documentos de texto com outro tipo de letra de codificação. O filtro abre uma caixa de diálogo, na qual é possível selecionar o conjunto de caracteres, tipos de letra padrão, idioma e quebra de parágrafo.


Importar e exportar em formato HTML

Com o LibreOffice Writer, pode inserir notas de rodapé e notas finais em documentos HTML. Estas notas são exportadas como meta-etiquetas. Os respetivos caracteres são exportados como hiperligações.

As notas são utilizadas para incluir caracteres desconhecidos num documento HTML. Todas as notas começadas por "HTML:..." e terminadas em ">" são tratadas como código HTML, mas são exportadas sem estas designações. É possível incluir diversas etiquetas junto de texto após "HTML:..." Os caracteres acentuados são convertidos no conjunto de caracteres ANSI. As notas são criadas durante a importação (por exemplo, para meta-etiquetas que não podem ser incluídas nas propriedades de ficheiro, por motivos de tamanho, ou para etiquetas desconhecidas).

A importação HTML do LibreOffice Writer tem capacidade para ler ficheiros com codificação de caracteres UTF-8 ou UCS2. Pode visualizar todos os caracteres incluídos no conjunto de caracteres ANSI ou no conjunto de caracteres do sistema.

Ao exportar para HTML, o conjunto de caracteres selecionado em - Carregar/Guardar- Compatibilidade HTML é utilizado. Os caracteres que não existam serão escritos num formulário de substituição, que é mostrado corretamente nos navegadores web modernos. Ao exportar estes caracteres, surgirá uma mensagem de aviso.

Se, em - Carregar/Guardar- Compatibilidade HTML, selecionar Mozilla Firefox, MS Internet Explorer ou LibreOffice Writer como opção de exportação, durante a exportação todos os atributos de tipos de letra importantes são exportados como atributos diretos (por exemplo: cor do texto, tamanho da letra, negrito, itálico, etc.) em estilos CSS 1. (CSS significa Cascading Style Sheets.) A importação também é realizada de acordo com este padrão.

A propriedade "font" corresponde ao Mozilla Firefox: antes de especificar o tamanho do tipo de letra, pode especificar valores opcionais para "font-style" (italic, none), "font-variant" (normal, small-caps) e "font-weight" (normal, bold).

Se o MS Internet Explorer ou o LibreOffice Writer estiver definido como opção de exportação, os tamanhos do campo de controlo e das respetivas margens internas são exportados como estilos (formatos de impressão). As propriedades de tamanho de CSS1 baseiam-se em valores de "largura" e "altura". A propriedade "Margin" é utilizada para definir margens iguais em todos os lados da página. Para que sejam permitidas margens diferentes, são utilizadas as propriedades "Margin-Left", "Margin-Right", "Margin-Top" e "Margin-Bottom".

Pode definir individualmente as distâncias das imagens e suplementos relativamente ao conteúdo para exportar para o LibreOffice Writer e para o MS Internet Explorer. Se a margem superior/inferior ou direita/esquerda for definida de forma diferente, as distâncias são exportadas numa opção "STYLE" para a etiqueta correspondente como propriedades de tamanho "Margin-Top", "Margin-Bottom", "Margin-Left" e "Margin-Right" de CSS1.

As molduras de texto são suportadas através da utilização de extensões CSS1 para objetos em posição absoluta. Esta situação só será aplicável a opções de exportação do navegador Mozilla Firefox, MS Internet Explorer ou do LibreOffice Writer. Pode alinhar molduras de texto como imagens, e molduras flutuantes, mas não pode utilizar molduras com ligações a caracteres.

As molduras de texto são exportadas como etiquetas "<SPAN>" ou "<DIV>", se não incluírem colunas. Caso contrário, são exportadas como "<MULTICOL>".

A unidade de medida definida no LibreOffice é utilizada para a exportação HTML das propriedades CSS1. A unidade pode ser definida separadamente para documentos de texto e HTML em - LibreOffice Writer - Geral ou em - LibreOffice Writer/Web - Ver. O número de casas decimais exportadas depende da unidade.

Unidade de medida

Nome da unidade de medida em CSS1

Número máximo de casas decimais

Milímetro

mm

2

Centímetro

cm

2

Polegada

in

2

Pica

pc

2

Ponto

pt

1


O filtro de página web do LibreOffice suporta determinadas capacidades CSS2. No entanto, para o utilizar, a exportação do esquema de impressão tem que estar ativa em - Carregar/Guardar- Compatibilidade HTML. Depois, em documentos HTML, para além do estilo da página HTML, pode utilizar os estilos "Primeira página", "Página esquerda" e "Página direita". Estes estilos permite-lhe definir diferentes tamanhos e margens para a primeira página e para as páginas direita e esquerda durante a impressão.

Importar e exportar numeração

Se, em - Carregar/Guardar- Compatibilidade HTML, a opção de exportação "LibreOffice Writer" ou "Internet Explorer" estiver selecionada, os avanços das numerações são exportados como a propriedade "margin-left" de CSS1 no atributo de STYLE das etiquetas <OL> e <UL>. A propriedade indica a diferença relativa ao avanço do seguinte nível superior.

Um avanço de parágrafo para a esquerda em numeração é indicado como a propriedade "margin-left" de CSS1. Em numeração, os avanços de primeira linha são ignorados e não são exportados.

Importar e exportar ficheiros de folha de cálculo

O LibreOffice importa e exporta referências a secções eliminadas, tais como uma coluna referenciada. Pode ver a fórmula completa durante o processo de exportação e a referência eliminada contém uma indicação (#REF!) relativa à referência. Durante a importação, será criada, em conformidade, uma #REF! relativa à referência.

Importar e exportar ficheiros gráficos

À semelhança dos documentos HTML, pode escolher a utilização de um filtro com ou sem o elemento (LibreOffice Impress) no nome para abrir um ficheiro de imagem do LibreOffice. Se optar por não utilizar um filtro, o ficheiro é aberto como um documento do LibreOffice Draw. Caso contrário, o ficheiro guardado numa versão anterior do programa é agora aberto em LibreOffice Impress.

Ao importar um ficheiro EPS, é mostrada uma pré-visualização da imagem. Se a pré-visualização não estiver disponível, é mostrado um marcador de posição correspondente ao tamanho da imagem. Em sistemas Unix e Windows, pode imprimir o ficheiro importado utilizando uma impressora PostScript. Ao exportar imagens EPS, é criada uma pré-visualização no formato TIFF ou EPSI. Se exportar uma imagens EPS em conjunto com outras imagens em formato EPS, este ficheiro é incorporado no novo ficheiro sem modificações.

São permitidos TIFFs com várias páginas para a importação ou exportação de imagens em formato TIFF. As imagens são obtidas como um conjunto de imagens individuais num único ficheiro, como por exemplo, as páginas individuais de um fax.

Algumas opções do LibreOffice Draw e do LibreOffice Impress podem ser acedidas através de Ficheiro - Exportar. Consulte Opções de exportação de imagens para mais informações.

PostScript

Para exportar um documento ou imagem em formato PostScript:

  1. Se ainda não o tiver feito, instale um controlador de impressora de PostScript como, por exemplo, o controlador Apple LaserWriter.

  2. Imprima o documento, utilizando o comando de menu Ficheiro - Imprimir.

  3. Na caixa de diálogo, selecione a impressora de PostScript e assinale a caixa de verificação Imprimir para ficheiro. Será criado um ficheiro PostScript.